Quem nunca parou diante da esculturas do Parque Curupira ou do painel à entrada do Mercadão Municipal para apreciar sua beleza? Ou então, perdeu-se no tempo com as obras que enfeitam o jardim da Casa do Cultura de Ribeirão Preto, no Morro de São Bento, e o Campus da Universidade de Ribeirão Preto?